Search

+
Gestão de Bacias Hidrográficas com SIG de Baixo Custo

Sistema de Informações Geográficas de baixo custo para Apoio à Gestão de Bacias Hidrográficas: Este foi o tema de uma monografia apresentada ao curso de especialização em Geoprocessamento oferecido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Curiosamente esta monografia faz referência à tutoriais elaborados por mim para as áreas de SIG e Banco de Dados Geográficos. Nesta matéria irei tecer alguns comentários sobre esta publicação.

BACIAS HIDROGRÁFICAS E SIG

O trabalho tem como autor Moises Júnior da Silveira e apresenta uma metodologia para criação de SIG com plataformas open source e dados de domínio público para servir de instrumento na gestão de bacias hidrográficas. Como estudo de caso é abordada a bacia hidrográfica do Rio São João.

Curso Online de Linux

As principais fontes de dados são cartas do IBGE e imagens ASTER/MDT, que foram processadas nas plataformas gvSIG, Spring e TrackMaker dando origem à informações que caracterizam a bacia estudada quanto aos aspectos hídricos, morfológicos, sociais e administrativos.

Estas informações alimentam o banco de dados que é gerenciado pelo sistema PostgreSQL/PostGIS, integrado ao sistema de Geoprocessamento onde são realizados os trabalhos e consultas pelos usuários.

 Gestão de Bacias Hidrográficas com SIG de Baixo Custo

Os tutoriais de minha autoria que foram citados na monografia (veja no capítulo de referências) são:

A metodologia do trabalho se resume a seleção, processamento e conversão de informações, criação de um banco de dados geográfico e inserção das informações obtidas ao mesmo, conexão do banco a um sistema de processamento de dados georreferenciados e elaboração de um dicionário de dados apresentando os metadados do SIG. Ao final do trabalho apresenta-se a interface gráfica do sistema e alguns exemplos de aplicações voltadas para gestão de recursos hídricos.

Achou interessante o conteúdo do trabalho do Moisés? Clique no link abaixo para baixar a monografia:

Quero deixar registrado meus parabéns ao autor pelo excelente trabalho, que ilustra muito bem o poder de aplicação dos softwares livres para Geoprocessamento. E você? O que acha de ler mais e/ou comentar sobre SIG com software livre?

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

]]>

Posted in: Conceitos, Downloads, Geo Aplicado, gvSIG, PostGIS, PostgreSQL, SIG, Spring

Comments (7 Responses )

  1. Carlos Alberto Junior Spohr Poletto - 11/01/2012 - 10:21 am #

    Bom dia Anderson,
    Ótimo artigo. Poderíamos encaixar algum outro artigo sobre a parte de codificação de aplicações SIG, acho que casaria perfeitamente com esse seu post.
    Abraços.

    • Anderson Medeiros - 11/01/2012 - 11:41 am #

      Sim Carlos, pode encaixar-se sim. Vocêm tem algo pronto sobre aplicação de open source neste campo? Um Abraço!

  2. Mauricio - 20/10/2013 - 10:10 pm #

    Olá Anderson,
    você teria algum material especifico sobre uso do banco de dados em SIG? Algo como, primeiros passo e tal.
    Obrigado. Sempre acompanho seus posts.
    Abração

    • Anderson Medeiros - 21/10/2013 - 12:11 am #

      Maurício,
      Pesquise o livro do INPE sobre Banco de Dados Geográficos e veja os tutoriais que temos aqui no site sobre integração de vários softwares de SIG com banco de dados, em geral com PostGIS.
      Abraço!

  3. Pompilio Castiano Ambrosio - 19/07/2018 - 7:49 pm #

    Ola Medeiros! Este tema sobre Gestão de Bacias Hidrográficas com SIG de Baixo Custo, e interessante e gostaria de obter mais informação ligado geotecnologia.
    Um abraço!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Resumo da semana de 18 a 24 de setembro « Geoprocessamento para Linux - 25/09/2011

    […] Python CookBook […]

  2. SIG de Baixo Custo para apoio à Gestão de Bacias Hidrográficas | Geoprocessamento | Scoop.it - 20/01/2012

    […] jQuery("#errors*").hide(); window.location= data.themeInternalUrl; } }); } andersonmedeiros.wordpress.com (via @eliazerk) – Today, 11:45 […]

Deixe uma resposta