Home
MNT – O que é? Para que serve?

MNT – O que é? Para que serve?

Você sabe o que é e para que serve um Modelo Numérico do Terreno (MNT)? Leia este breve artigo e descubra, pois nesta postagem vou tentar expor algumas aplicações deste tipo de dado geográfico ainda não muito familiar para alguns que estão começando a se enveredar pelo mundo do Sistemas de Informações Geográficas (SIG).

As informações apresentadas aqui são baseadas no menu “Ajuda” de um dos melhores programas para interpolação espacial e geração de MNT, o brasileiro SPRING.

Vamos responder aqui a duas perguntas comuns sobre os MNT e suas aplicações em Geoprocessamento.

O QUE É UM MNT?

A sigla MNT significa Modelo Numérico do Terreno, mas este tipo de dado também é conhecido como MDT (vindo do inglês Digital Terrain Model).

Trata-se de uma representação matemática da distribuição espacial de uma determinada característica relacionada à uma superfície. Esta superfície é, em geral contínua.

QUAIS AS APLICAÇÕES DE UM MNT?

Dentre as diversas aplicações dos produtos de MNT, podemos destacar algumas vinculadas ao SIG:

  • Armazenamento de dados de altimetria para gerar mapas topográficos;
  • Análises de corte-aterro para projeto de estradas e barragens;
  • Elaboração de mapas de declividade e exposição para apoio a ánalise de geomorfologia e erodibilidade;Análise de variáveis geofísicas e geoquímicas;
  • Apresentação tridimensional (em combinação com outras variáveis);
  • Predição e mapeamento de processos de salinização do solo em escala local, regional e subcontinental;
  • Predição e mapeamento do risco de erosão do solo, em escala de bacias hidrográficas;
  • Modelação e mapeamento espaçotemporal do ciclo hidrológico sob diversos aspectos;
  • Modelação e mapeamento da evapotranspiração;
  • Classificação de paisagens;
  • Predição e mapeamento da migração e acumulação de agentes poluentes.

Você já tem o SPRING instalado em seu computador?

Caso tenha, não deixe de acessar e ler o menu de ajuda deste programa, que é bastante completo, pois aborda não apenas sobre a utilização do software, mas também conceitos teóricos sobre Geoprocessamento. O download do SPRING pode ser feito acessando este link.

Se você ainda não tem, deixo o incentivo de fazê-lo. Você pode acessar a ajuda online do SPRING, clicando aqui. Aproveite também para ler as seguintes postagens sobre o Spring:

Em matérias futuras vamos comentar um pouco sobre os produtos de MNT, bem como falar sobre outros aspectos relevantes dos dados geográficos.

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

]]>

13 Comments

  • José Carlos disse:

    Cara, esse MNT do SPRING é muito feio. Ah, se o Surfer fosse gratuito…

    • É verdade, esse tá feio! 🙂
      Mas nas novas versões esta aparência vem melhorando. Além disso depende muito da qualidade dos dados de entrada e dos parâmetros fornecidos.
      Obrigado por seu comentário.
      Abraço!

  • Roberto Marinho disse:

    Anderson, parece que voce sabe exatamente o que as pessoas procuram… rsrsrs
    voce ainda vai postar mais detalhes ? quem sabe um tutorial para uma de suas aplicações… Eu queria uma regra geral pra qualquer aplicação, pra mudar apenas o tipo de dados que vou usar, e a partir disso, ir testando o que posso fazer….
    Enfim, como dar inicio a um MNT

  • Erika Rodrigues de Abreu disse:

    Olá, gostei muito das dicas, fiquei um tempo fora da área e me desatualizei, pode me dar alguma dica sobre qual satélite está sendo uzado equivalante as imagens que o CIBERS fornecia?

  • Fabio disse:

    Olá, parabéns pelo site, estou estudando pra concursos e me deparei com essa questão, talvez possa me dar uma luz. Qual o erro dessa alternativa?
    Os modelos numéricos de terreno são obtidos por satélite e fotografias aéreas e são armazenados como matrizes. Cada elemento é denominado de pixel que tem um valor proporcional à energia eletromagnética refletida ou emitida pela área da superfície terrestre correspondente.
    grato

  • VALFREDO PEREIRA DE ARAUJO FILHO disse:

    QUERO SABER O VENHA A SER,TIPOS DE MNT?

  • VALFREDO PEREIRA DE ARAUJO FILHO disse:

    QUERO SABER, O QUE VEM A SER TIPOS DE MNTS?

Leave a Comment

*

*